Gravidez após o Câncer de Mama

Gravidez após o Câncer de Mama

Devido à ligação bem estabelecida entre os níveis de estrogênio e o desenvolvimento do câncer de mama, muitos médicos aconselham suas pacientes a não engravidarem antes de pelo menos 2 anos após o término do tratamento. Isso permitiria que qualquer recidiva precoce a ser diagnosticada, afete a decisão da mulher em engravidar. Mas este período de espera de 2 anos não está baseado em evidências científicas, e se a gravidez ocorrer antes desse período, não quer dizer que será prejudicial. Embora existam poucos estudos, quase todos concordam que a gravidez não aumenta o risco de recidiva após um tratamento bem sucedido para o câncer de mama.

Desse modo, as mulheres são sempre aconselhadas a discutir seu risco de recidiva com seus médicos. Em alguns casos, esse aconselhamento pode ajudar mulheres com questões complexas e incertezas sobre a maternidade após o tratamento.

 

Fonte: http://www.oncoguia.org.br/conteudo/gravidez-apos-o-cancer-de-mama/1557/266/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *